NOTÍCIAS
 
 

Noite de Gala: posse da nova diretoria e entrega do Prêmio Sinditêxtil

 
Diretoria e Conselho Consultivo
do Sinditêxtil-SP
 

O Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo (Sinditêxtil-SP) promoveu no dia 28 de abril, no Jockey Club, na capital paulista, cerimônia de posse de sua nova Diretoria eleita. Na oportunidade, também foi comemorada a entrega do 1° Prêmio Sinditêxtil, que reconheceu e divulgou as melhores práticas empresariais em Inovação, Gestão Ambiental e Exportação, além de homenagear personalidades que contribuíram para o fortalecimento da indústria têxtil.

Dando início à Cerimônia de Posse para o triênio 2011 a 2013, os 33 empresários que assumiram a Diretoria da entidade receberam um Diploma de Nomeação. Em seguida, o presidente do Sinditêxtil-SP, Alfredo Emílio Bonduki, agradeceu aos presentes pela confiança. “É com imensa honra que assumo a presidência do Sindicato. Ao meu trabalho, que merecerá dedicado e permanente empenho, soma-se a competência, abnegação e o elevado espírito voluntário de meus companheiros de diretoria. São pessoas apaixonadas por seus negócios e pelo nosso setor”, destacou Bonduki.

O empresário mencionou ainda o esforço para reverter algumas questões técnicas que afetam o âmbito têxtil. “Estamos trabalhando junto à ABIT e ao Governo Federal em temas como a redução dos juros e dos encargos sobre a folha de pagamento, assinatura de acordos bilaterais com os principais mercados consumidores, diminuição dos tributos nas contas de energia elétrica e gás, reforma tributária e em uma política industrial pragmática, que inclua medidas compensatórias”, frisou.

Além de Bonduki, compuseram a mesa principal as seguintes autoridades: Aguinaldo Diniz Filho, presidente da ABIT; Davi Zaia, secretário de Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo; Barros Munhoz, presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo; Geraldo Alckmin, Governador do Estado de São Paulo; Paulo Skaf, presidente da FIESP; Rafael Cervone, presidente emérito do Sinditêxtil-SP e Josué Gomes da Silva, presidente da Coteminas. Na platéia, Deputados Federais e Estaduais também prestigiaram o evento, inclusive autoridades e convidados de Americana e Região.

Prêmio Sinditêxtil

Ao final da Cerimônia de Posse da nova Diretoria, iniciou-se a entrega do 1° Prêmio Sinditêxtil. Confira abaixo as empresas vitoriosas nas diferentes categorias:

- Inovação: Rhodia Poliamida e Especialidades, por conta do Fio Emana. Desenvolvido totalmente no Brasil, o fio consumiu mais de quatro anos em pesquisas e três milhões de reais em investimentos. O Emana melhora o desempenho esportivo através de propriedades cosméticas. Testes comprovaram a redução nos sinais de celulite e a melhora na elasticidade da pele, sendo o único fio neste gênero registrado na Anvisa. A tecnologia é considerada uma das maiores inovações do Grupo nos últimos 20 anos sendo que, somente em 2010, a Rhodia vendeu mais de 300 toneladas do fio Emana para todo o mundo.

- Gestão Ambiental: Tavex Brasil, que, mesmo sem referências de trabalhos anteriores, investiu um milhão de reais em pesquisas e equipamentos e, após alguns anos, conseguiu neutralizar 100% dos seus efluentes substituindo ácido sulfúrico por CO2 produzido pelas próprias caldeiras.  Com isso, a empresa conseguiu reduzir a emissão de três mil toneladas de CO2 na atmosfera e aproveitá-lo, a custo zero, no tratamento dos efluentes de suas três fábricas, aumentando também a segurança dos colaboradores e reduzindo custos.

- Mérito Exportador: Coats Corrente, empresa que corajosamente superou vários planos econômicos e nunca deixou de exportar, mesmo frente ao câmbio desfavorável. A indústria leva seus produtos do Brasil para os quatro continentes do mundo há quase 50 anos, sendo que atua em São Paulo há 104 anos.

O Prêmio Sinditêxtil também homenageou duas importantes pessoas em distintas categorias:

- Personalidade Têxtil: Fuad Mattar. Aos 19 anos, um jovem filho de imigrantes libaneses começou a trabalhar na empresa da família, nos anos 40, em São Paulo. De lá para cá foram 68 anos dedicados ao setor à frente de uma das mais modernas empresas, a Paramount Têxteis, que completa 118 anos, possui três mil funcionários e produz 2,5 milhões de metros de lã por ano, além de 16 mil toneladas de fios tintos. Aos 86 anos, cumprindo ainda 12 horas diárias de trabalho, o empresário diz “Sou movido a desafios. É assim que sei trabalhar”.

- Especial: Geraldo Alckmin, primeiro Governador a reduzir a carga tributária do setor, tendo diminuído ainda mais a incidência de ICMS neste ano e incluído mais segmentos nesta redução. Empenhado na geração de empregos, Alckmin focou esforços na formação profissional dos jovens e, através do Centro Paula Souza, criou Fatecs e Etecs por todo o Estado. Ainda pensando no desenvolvimento educacional, construiu a USP Leste incluindo o curso de Engenharia Têxtil e de Moda. Também regulamentou os Pólos Tecnológicos e a agência de crédito através da Nossa Caixa Desenvolvimento. Em todas essas frentes, o setor têxtil e de confecção sempre teve lugar e vez.

Ao discursar em agradecimento a homenagem, o Governador de São Paulo sinalizou a intenção de manter em caráter definitivo a redução do ICMS para o setor.

Sobre o Sinditêxtil-SP

Fundado em 1932, o Sinditêxtil é um dos mais antigos sindicatos do Estado, comemorando neste mês de abril 79 anos. Hoje, reúne mais de 2 mil empresas e gera emprego para cerca de 510 mil homens, mulheres e jovens paulistas. 35% das riquezas da indústria da moda são geradas aqui no Estado, onde também se concentra o maior número de escolas e faculdades para a formação de profissionais do setor.