NOTÍCIAS
 
 

SENAI e SESI têm R$ 26 milhões para apoiar inovação

As indústrias brasileiras com projetos inovadores podem participar do edital do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Serviço Social da Indústria (SESI). As inscrições começaram no dia 15 de março e podem ser feitas até 6 de maio. As empresas selecionadas receberão apoio técnico e financeiro para o desenvolvimento de produtos, melhoria de processos de produção ou criação de serviço que proporcione qualidade de vida ao trabalhador ou à comunidade onde a indústria está situada.

“O papel principal dessa iniciativa é promover a transferência de tecnologias para o setor industrial”, ressalta o gerente de Inovação Tecnológica do SENAI, Marcelo Gaspar. “O edital permite construir um portfólio de produtos orientado para a demanda e que possa ser aplicado em outras empresas e segmentos industriais”, acrescenta o gerente executivo de Tendências e Prospecção do SESI, Fabrízio Machado.

Na sua 8ª edição, o edital disponibilizará R$ 26 milhões para financiar projetos inovadores. Desse valor, R$ 16 milhões são do SENAI, R$ 7,5 milhões vêm do SESI e R$ 2,5 milhões serão pagos em forma de bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) a pesquisadores que participam do projeto. Esse valor supera os R$ 15,5 milhões aplicados em 2010. Com o aumento dos recursos do edital, será possível elevar o número de projetos atendidos este ano.

A perspectiva é apoiar o desenvolvimento de 90 a 95 projetos este ano, contra 77 em 2010. Segundo o analista de Desenvolvimento Industrial do SENAI, Mateus Simões, o aumento dos recursos do edital também ampliou de R$ 200 mil para R$ 300 mil o limite reservado a cada projeto.

Os recursos investidos nos projetos serão repassados aos Departamentos Regionais do SENAI e do SESI, nos estados, e usados para pagar todas as despesas geradas no desenvolvimento dos produtos, processos ou serviços propostos. Eles poderão ser aplicados na compra de equipamentos, contratação de terceiros, despesas com viagens e material de consumo, software, material de laboratório, dentre outros bens.

Os projetos selecionados serão desenvolvidos pelas empresas em parceria com as duas instituições. Os trabalhos de inovação tecnológica têm o apoio do SENAI e aqueles voltados à melhoria de vida dos trabalhadores, recebem a cooperação do SESI.  Os projetos considerados tecnológicos e sociais ao mesmo tempo serão atendidos pelas duas entidades.  “O edital contribui fortemente com a missão do SESI, que é aumentar a qualidade de vida do trabalhador da indústria e de seus dependentes", destaca Machado.

Para participar, as empresas deverão apresentar o projeto aos Departamentos Regionais do SENAI ou do SESI no prazo de inscrição. O edital detalhando os procedimentos necessários estará disponível, a partir desta terça-feira, 15 de março, no site http://www.editaldeinovacao.com.br/. No mesmo dia, às 15h, haverá uma videoconferência gerada do edifício sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, para todos os Departamentos Regionais do SENAI e do SESI. As empresas interessadas poderão participar.

Somente as indústrias com mais de um ano de vida poderão concorrer ao edital. Elas deverão entrar com uma contrapartida de, no mínimo, 5% do valor pedido no edital. O projeto precisa gerar um produto final, processo ou serviço com característica inovadora, que agregue valor à empresa e agrade ao mercado consumidor.