NOTÍCIAS
 
 

Cativa Têxtil usa tecnologia para purificar o ar da tecelagem

A preocupação ambiental na cadeia têxtil fez com que a Cativa Têxtil aprimorasse o sistema de exaustão da ampliação da sede, um prédio de 1,1 mil metros quadrados que já recebe parte dos departamentos produtivos da companhia. O novo prédio da empresa tem agora um sistema subterrâneo de galerias que leva o ar para purificação em um filtro circular, localizado numa sala especialmente projetada. Três aspiradores são responsáveis pela limpeza do equipamento. O ar limpo é enviado pra fora e a fuligem fica para ser armazenada e descartada em lugar propício. O mesmo sistema mantém a temperatura e umidade constante no interior de cada departamento.

 A nova sede conta, também, com um aspirador ligado em cada tear, o que faz com que seja feita a coleta de resíduos e pequenas partículas de algodão já no processo de produção.