NOTÍCIAS
 
 

Indústria paulista registra pior novembro desde 2006


O setor produtivo paulista fechou 46,5 mil postos de trabalho em novembro, uma queda de 0,80% em comparação ao mês anterior, com ajuste sazonal, sinalizando o pior novembro dentro da série histórica da pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), que começou em 2006.

De acordo com o diretor do Departamento de Pesquisas Econômicas da FIESP, Paulo Francini, com a atual situação fica difícil prever um cenário futuro, principalmente por causa da crise econômica presente em vários países.“No segundo semestre do ano, o emprego industrial entrou em clara rota de decréscimo”, afirmou.

De acordo com a pesquisa, do total de vagas fechadas, 28.031 correspondem ao ramo sucroalcooleiro, o qual apresentou queda de 1,05% em novembro.
Os demais setores registraram resultado positivo, de 1,10%, gerando 28.404 novos postos de trabalho de janeiro a novembro. Em contrapartida, somente no mês de novembro foram fechadas 18.469 vagas entre os setores, excluindo açúcar e álcool.

A FIESP projeta uma variação positiva de 2,8% para o PIB em 2011. Já o da indústria de transformação deve chegar a 0,5%.