NOTÍCIAS
 
 

Setor têxtil e de confecção discute inclusão de pessoas com
deficiência no mercado de trabalho

 
 
Hélio Zylberstajn, professor da USP e Fernando Pimentel, diretor superintendente do Sinditêxtil-SP

A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho dentro da indústria têxtil e de confecção foi tema de debate em workshop realizado pelo Sinditêxtil-SP e pela ABIT, no dia 13 de outubro, em sua sede, em São Paulo (SP). O evento contou com a presença de especialistas no assunto e de representantes de empresas do setor.

Entre os palestrantes esteve Hélio Zylberstajn, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP). Zylberstajn destacou a importância das empresas agregarem estes profissionais em seu rol de colaboradores. “Esta ação faz parte da responsabilidade social de uma companhia. Não podemos fingir que é algo que não existe”, afirmou.

Para o especialista, o setor têxtil e de confecção pode ser uma grande porta de abertura para receber pessoas com necessidades especiais. “Como se trata de uma área que necessita de trabalhadores que possam operar máquinas, é possível oferecer vagas deste tipo às pessoas com deficiência. Para isso, são necessários apenas alguns ajustes de acessibilidade”, ressalta Zylberstajn .

Fernando Pimentel, diretor superintendente da Sinditêxtil-SP, esteve no evento e frisou o papel do sindicato em ajudar para solucionar questões referentes ao tema. “Pensamos em colaborar a encontrar saídas coletivas em seleção e recrutamento para os associados que pensam em incluir pessoas com deficiência em seu quadro de funcionários”, disse Pimentel.

O professor da USP, Hélio Zylberstajn, ainda finaliza enfatizando que essa inclusão humaniza o ambiente de trabalho. “A integração oferece uma nova oportunidade à pessoa com deficiência e ao mesmo tempo torna os outros trabalhadores mais sensíveis e solidários. Além disso, são investimentos que se transformam em algo positivo para a própria imagem da empresa, porque mostra que está interessada em causas do tipo”, completou.