NOTÍCIAS
 
 

Dia da Árvore movimenta Setor Têxtil e de Confecção

21 de setembro: Dia da Árvore

No dia em que o Brasil inteiro celebrou e exaltou a riqueza natural de nossa flora, a ABIT e o Sinditêxtil-SP relembraram a importância de preservação do Meio Ambiente. O setor têxtil brasileiro é pioneiro em práticas de produção mais limpa. Faça como as empresas abaixo e incorpore também algumas eco-atitudes ao seu dia a dia, ajudando a lutarmos por um mundo melhor!

Colaboradores Vicunha criam área verde em fábrica

Os colaboradores da unidade da Vicunha Têxtil em Natal (RN) tiveram um expediente inusitado em 21 de setembro. Em comemoração ao Dia da Árvore, a companhia promoveu ação para transformar o terreno em frente à tecelagem em uma área verde comunitária. Para isso, funcionários voluntários fizeram o plantio de 200 mudas doadas pela Braseco, empresa que opera o aterro sanitário da região metropolitana de Natal, e pelo Parque Estadual Dunas. Dentre as espécies plantadas estão cajueiro anão, gameleira, javanica, sombreiro, sumaúma e tapiriri. Para melhor manutenção, o espaço ficará repartido em lotes, os quais serão cultivados separadamente por integrantes de diferentes setores da fábrica.

Fundada em 1967, a Vicunha Têxtil é líder na produção de índigos e brins, além de ser a maior companhia do setor da América Latina. A empresa conta, no Brasil, com unidades no Ceará e Rio Grande do Norte. Além disso, possui escritórios comerciais na Europa e na Argentina. Adquiriu a maior fábrica de índigo do Equador e está entre os principais fabricantes mundiais de índigos e brins.

Dalila Têxtil: doação de mudas e continuação de projeto ambiental

Em comemoração ao Dia da Árvore, a Dalila Têxtil deu continuidade ao projeto sócio-ambiental “Produzir e Preservar”. Em parceria com o Centro de Recuperação e Reabilitação para Dependentes Químicos (CEREDE) e apoio da Prefeitura Municipal, a empresa doou duas mil mudas na Praça Otto Muller, em Presidente Getúlio (SC).

A doação das mudas foi mais uma ação do Projeto, que nos dias levará até o fim do mês 280 alunos e professores das 4as séries de instituições de ensino municipais e estaduais à uma unidade da Dalila. Eles serão recebidos por monitores e terão a oportunidade de conhecer o processo produtivo da empresa e as diversas ações ambientais praticadas no local, como as estações de tratamento de água e efluentes. Com essa iniciativa, a Dalila quer estimular a consciência ambiental dos alunos e incentivá-los a levar essas informações para seus pais e comunidades.

Estudantes e professores também irão conhecer a árvore adotada pelas suas escolas em 2008, quando o projeto iniciou. No ano seguinte, foi realizada uma votação para escolher o nome do viveiro da Dalila Têxtil, que tem cerca de 13 mil mudas. As crianças o batizaram de Verde Vida. Neste ano, elas participarão de uma eleição para decidir qual a árvore será símbolo da empresa. Para comemorar a visita, cada aluno receberá uma muda de uma planta nativa da região, o Palmito Jussara.

Newcolor: etiquetas do bem

A indústria catarinense de etiquetas e tags Newcolor produz artigos fabricados a partir da reciclagem e reaproveitamento de materiais como copo descartável, caixa de leite, folhas de árvores, latinha de alumínio, filtro de papel, borra de café, jornal, casca de arroz e de cebola, fibra de bananeira e de coco, câmara de pneu e outros materiais. Os produtos são desenvolvidos após a realização de pesquisas e possuem apelo ambiental, sem deixar de lado o design.


Dudalina faz campanha pelo Meio Ambiente em suas lojas

A Dudalina lançou em setembro uma campanha especial em comemoração aos dias da árvore e da água. Durante o período, todas as lojas Dudalina Concept distribuirão kits de sementes para os consumidores que realizarem compras nas unidades, incentivando o público a plantar uma árvore e fazer parte da corrente para transformação do mundo atual.

Reunindo as três marcas da empresa, Dudalina, Indivisual e Base; a Dudalina Concept conta com seis lojas franqueadas no Brasil, localizadas em Passo Fundo (RS), Brusque (SC), Balneário Camboriú (SC), e nos aeroportos Alfonso Pena, em Curitiba (PR), Congonhas, em São Paulo (SP), e Victor Konder, em Navegantes (SC).