NOTÍCIAS
 
 

CNI: Cresce o medo do desemprego

Embora o medo de perder o emprego tenha aumentado em dezembro, a maioria dos brasileiros ainda está confiante de que o desemprego não irá afetá-los. A constatação foi obtida por meio das pesquisas do Índice de Medo do Desemprego, divulgadas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Índice situa-se em 81,6 pontos, um crescimento de 3,7% em comparação com setembro de 2011 e de 2,9% em relação a dezembro de 2010. Entretanto, mesmo com o aumento, o índice continua muito próximo ao seu piso histórico, registrado em setembro.

O aumento nos números da pesquisa deve-se à parcela de entrevistados que afirma estar com muito medo do desemprego, que passou de 12,8% (menor percentual da série) em setembro para 19,2% em dezembro. O percentual de respondentes que afirma estar com um pouco de medo do desemprego recuou de 30,2% para 23,1%, enquanto a parcela dos que não tem medo do desemprego aumentou de 57% para 57,7%.

Confira mais detalhes sobre a pesquisa no portal da CNI.