NOTÍCIAS
 
 

Congresso de Algodão discute cadeia para os próximos anos

Acontece em São Paulo, de 19 a 22 de setembro de 2011, o principal encontro do setor algodoeiro nacional, o 8º Congresso Brasileiro de Algodão (CBA) e o Cotton Expo 2011, promovido pela ABRAPA - Associação Brasileira dos Produtores de Algodão e realizado pela APPA – Associação Paulista dos Produtores de Algodão. O evento reúne os maiores produtores de algodão do Brasil (que também cultivam soja e milho), assim como especialistas na cadeia do algodão nacionais e internacionais e expositores.
 
A “Evolução da Cadeia para Construção de um Setor Forte” será o tema que permeará as palestras, artigos científicos apresentados e a exposição de produtos e novas tecnologias que acontecerão nos quatro dias do encontro. São mais de 100 palestrantes que promoverão uma ampla discussão entre todos os elos da cadeia econômica como forma sustentável de promover o desenvolvimento do setor algodoeiro. Serão abordados avanços das pesquisas, técnicas de manejo, combate a pragas, assim como análise das melhores estruturas, tecnologia no suporte ao plantio, colheita, movimentação, armazenagem e comercialização.
 
Segundo Sérgio De Marco, presidente da ABRAPA,  o congresso é um momento para ponderar como está a cadeia nacional de produçao do algodão e criar artifícios para o seu crescimento. “Estamos envolvidos em uma cadeia e como tal queremos analisar todos os agentes inseridos no processo para que possamos realizar uma evolução sustentável. Nesse tipo de relação não há o crescimento isolado, se a produção cresce, o mercado também deve crescer, equalizando oferta e demanda. Indústria, serviços e logística devem crescer na mesma ordem, tornando-se ao mesmo tempo agentes e beneficiários da evolução em cadeia”, explica De Marco.
 
A Cotton Expo, que acontece simultaneamente, reunirá cerca de 50 expositores. Os participantes poderão acompanhar as tendências, as novidades e os melhores serviços para o agronegócio, como por exemplo, sementes, defensivos, fertilizantes, equipamentos de testes, máquinas agrícolas, bancos e outros serviços destinados ao nicho. “Um dos grandes diferenciais do evento é o público qualificado, pois são os maiores produtores de algodão e para atendê-lo serão expostas as melhores marcas para que ocorra  o aprimoramento das atividades e também a possibilidade de novos negócios”, destaca o presidente da APPA, Ronaldo Spirlandelli de Oliveira, e que também dirige a versão paulista do evento.
 
A importância do congresso e da feira é também reflexo do momento atravessado pela cotonicultura no cenário mundial. O Brasil alcança, hoje, uma posição de destaque entre países produtores, como Estados Unidos e a Índia, com um crescimento de 90% nos últimos 10 anos. Segundo informações da ABRAPA, o setor tem como meta exportar mais de 700 mil toneladas em 2011. “Este encontro irá demonstrar a grandiosidade do setor frente ao mercado internacional e como o Brasil poderá avançar mais. Trará diretrizes, pesquisas e estudos sobre a cadeia produtiva para os empresários, os pesquisadores e os fornecedores. Os anos de 2010 e 2011 são um marco do setor algodoeiro no Brasil”, complementa De Marco.  

Para o plantio de algodão de 2010/2011 é estimada a ocupação de 1,3 milhões de hectares e a produção de 1,7 milhões de toneladas de pluma. Spirlandelli analisa este período também como um momento de profissionalização para o setor. “Caminhamos a passos largos em crescimento, desenvolvimento de aplicação de novas tecnologias e insumos, mas com tal abertura de mercado para o ramo algodoeiro é o momento de buscar a profissionalização detalhada e outros exemplos de sucesso, por isso apostamos em uma programação vasta, com mais de 100 palestrantes, dentre personalidades nacionais e internacionais”, explica o presidente da APPA.

Anote:
 
8º Congresso Brasileiro do Algodão/Cotton Expo 2011
De 19 a 22 de setembro de 2011
Expo Center Norte – Pavilhão Amarelo
Inscrições e informações: http://www.cba2011sp.com.br  / contato@cba2011sp.com.br.
Telefone: (11) 5084-1383