NOTÍCIAS
 
 

Première Brasil: com o apoio do Sinditêxtil-SP, evento recebeu 3 mil pessoas

Cerimônia de abertura da Première Brasil com a vice-pres. da Fagga, Andreia Rapsold; pres. da ABIT, Aguinaldo Diniz Filho; superintendente da ABIT, Fernando Pimentel; pres. Sinditêxtil-SP, Rafael Cervone Netto, e o CEO da Première Vision, Phelippe Pasquet

Apoiado pelo Sindicato da Indústria Têxtil do Estado de São Paulo (Sinditêxtil-SP), a primeira edição doPremière Brasil, salão internacional com foco na indústria têxtil, que ocorreu nos dias 20 e 21 de janeiro, na capital paulista, gerou pré-venda para os próximos dois ou três meses e superou as expectativas dos organizadores e expositores. Em apenas dois dias, cerca de 3 mil pessoas visitaram o salão. Os visitantes eram, em sua maioria, brasileiros, mas também circularam pela Feira compradores de diferentes países, em especial da América do Sul.

Segundo Rafael Cervone Netto, presidente do Sindicato, a realização de um salão internacional no País faz com que as indústrias brasileiras de moda estejam ainda mais alinhadas ao calendário internacional, favorecendo a produção interna e fortalecendo a indústria brasileira. "Com o salão Première Brasil, caminhamos lado a lado das principais cidades lançadoras de moda, como Paris e Nova Yorque. Dada a importância da realização de um evento como este, o Sinditêxtil-SP não hesitou em estabelecer uma importante parceria como apoiador dessa iniciativa", comentou.

Rafael Cervone dá entrevista aos jornalistas presentes

O diretor geral do Première Vision, Jacques Brunel, aprovou a primeira experiência no Brasil e considerou o salão compatível com a edição francesa. "A qualidade dos produtos expostos no Première Brasil é a mesma dos apresentados na versão francesa. Isso comprova a visão que sempre tivemos do País: a de um mercado em potencial", afirmou. Atento às oportunidades de negócios que podem surgir com isso, Brunel admite a possibilidade de realizar aqui a segunda versão do evento, ainda este ano.

Segundo a vice-presidente da Fagga Eventos, Andréia Repsold, esta primeira edição reafirmou o Brasil como um dos principais mercados da indústria da moda. "Após muito tempo o Brasil voltou a reunir os principais fabricantes têxteis num só evento, o que deu oportunidade aos profissionais da moda para encontrarem todos os itens da cadeia têxtil em um só lugar", disse.

Participantes da feira conferem produtos que serão novidade em 2010

O salão reuniu 67 expositores e apresentou, pela primeira vez na história têxtil do país, as novidades em tecidos, fibras e acessórios com um ano de antecedência. Estes produtos só serão conhecidos pelos consumidores na temporada primavera-verão 2011. Além da parceria com o Sinditêxtil-SP, o evento contou com o apoio da ABIT, por meio do Texbrasil, Programa de incentivo às exportações desenvolvido com a Apex-Brasil.