NOTÍCIAS
 
 

Maré Vermelha: Receita intensifica fiscalização contra importados

A Receita Federal iniciou em 19 de março a operação “Maré Vermelha” para intensificar o rigor contra importações irregulares de produtos no País. Dentre os produtos que serão priorizados na fiscalização estão os artigo de vestuário, calçados, brinquedos e demais setores que têm sido prejudicados com a massiva entrada de importados.

Carlos Alberto Barreto, secretário da Receita Federal, afirma que a operação poderá se estender a outros órgãos do governo. “A Maré Vermelha é dinâmica e poderá incorporar outros setores da administração pública”, disse.

Para viabilizar o maior controle aduaneiro foi anunciada a inclusão de novos parâmetros para as operações de importação de mercadorias considerados de interesse para a economia nacional.  De acordo com a Receita os resultados esperados com a operação são o aumento da presença fiscal e da percepção de risco para os fraudadores, assim como o aumento de retenções e apreensões de mercadorias, o aumento do recolhimento de tributos e multas e a redução das operações danosas ao setor produtivo nacional.

Para aumentar a fiscalização, também foi inaugurado o Centro Nacional de Gerenciamento de Risco (Cerad), que vai funcionar como uma central de inteligência para direcionar os equipamentos e agentes para os setores e locais onde ocorrem mais ilícitos.