NOTÍCIAS
 
 

Reaparelhamento das Forças Armadas movimenta a indústria

Nos próximos dez anos, Exército, Marinha e Aeronáutica deverão receber investimentos na ordem de 27 bilhões de dólares. O projeto de reaparelhamento das Forças Armadas, previsto na Estratégia Nacional de Defesa, também promete abrir um novo mercado para as indústrias nacionais.

Com o intuito de promover uma aproximação entre os setores, o Departamento da Indústria de Defesa (Comdefesa) da Fiesp realizará no dia 6 de outubro, um seminário com a presença do ministro da Defesa, Nelson Jobim, e rodada de negócios, para que os industriais conheçam as demandas das Forças.

“Será uma oportunidade para mostrar o potencial da indústria nacional no desenvolvimento e no fornecimento de produtos para a área de defesa”, afirma o diretor titular do Comdefesa, Jairo Cândido.

Os principais setores de interesse das Forças Armadas são os seguintes: petroquímico; alimentício; têxtil e confecção; tintas e vernizes; material para combate a incêndio; segurança e salvamento; saúde; higiene e limpeza; expedientes e embalagens; cabos e amarras; ferramentas; material específico para mergulho; informática; defesa; elétrico; construção civil; ferroviário; hoteleiro; software; energético; siderúrgico e metalúrgico.

Os empresários interessados em participar do seminário e das rodadas de negócio deverão entrar em contato com o Comdefesa, pelo telefone (011) 3549-4677 ou e-mail comdefesa@fiesp.org.br.