Matérias

Confiança do empresário cai pelo segundo mês consecutivo

24/05/2018

A confiança do empresariado brasileiro caiu para 55,5 pontos em maio, de acordo com o ICEI – índice da CNI para o tema. Essa foi a segunda queda consecutiva do indicador, que está 1,2 ponto inferior ao de abril. "As duas quedas consecutivas, de abril e maio, interrompem uma sequência de oito meses de crescimento, ou pelo menos de estabilidade, do ICEI", diz a pesquisa.

Mesmo assim, o índice, que está 1,3 ponto acima da média histórica, mostra que os empresários continuam otimistas. A confiança é maior nas grandes empresas, segmento em que o ICEI ficou em 56,9 pontos em maio. Nas pequenas, o índice foi de 53 pontos e, nas médias, de 55,1 pontos. O ICEI varia de zero a cem pontos. Quando está acima de 50 pontos, reflete confiança dos empresários.

De acordo com o levantamento, a queda do ICEI neste mês é resultado tanto do recuo da confiança sobre as condições correntes e as expectativas para os próximos seis meses em relação ao desempenho das empresas e da economia. O índice de condições atuais caiu para 50,1 pontos e ficou em cima da linha divisória dos 50 pontos, que separa a confiança da falta de confiança. O índice de expectativa, por sua vez, recuou para 58,2 pontos, mas, como segue acima dos 50 pontos, aponta manutenção da confiança dos industriais para os próximos seis meses.

"Esses resultados podem derivar de certa frustração dos empresários quanto à intensidade da recuperação econômica observada nos primeiros meses deste ano, que está aquém do esperado", avalia a CNI.


TAGS: confiança, mês, consecutivo, queda,