Matérias

BNDES: Crédito para folha de pagamento

28/04/2020

O BNDES acaba de apresentar o Programa Emergencial de Suporte a Empregos. Trata-se de um crédito especial para empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões, exclusivamente para pagamento da folha de salários de funcionários. O Banco participa da operacionalização dos financiamentos, conectando Tesouro Nacional e bancos repassadores, sob supervisão do Banco Central.

Foram disponibilizados R$ 40 bilhões (R$ 20 bilhões por mês) para o financiamento de dois meses da folha de pagamento de pequenas e médias empresas, sendo R$ 34 bilhões oriundos do Tesouro Nacional e R$ 6 bilhões de recursos dos bancos de varejo. Em contrapartida, a empresa que tomar o financiamento não poderá demitir, por dois meses, os empregados com salários financiados. 

A taxa de juros é prefixada de 3,75% ao ano (isenta de remuneração ao BNDES e aos bancos). O prazo de pagamento é de até 30 meses,com carência de seis meses para cobrança de juros.

Todas as instituições financeiras sob supervisão do Banco Central poderão operar o Programa Emergencial de Suporte a Empregos, com exceção das fintechs. As instituições financeiras não credenciadas no BNDES precisam fazer o cadastro no Banco para operar a linha. Entre os agentes financeiros que já aderiram ao Programa estão: Ailos, Banco do Brasil, Banco Ribeirão Preto, Banese, Banpará, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Cresol Sicoper, Itaú, Santander, Sicoob e Sicredi.

Para mais informações, assista ao vídeo explicativo do Programa ou acesse o FAQ elaborado sobre o tema.