Matérias

Cidade de São Paulo intensifica ações de combate à fome

07/04/2021

Iniciativa da Prefeitura de São Paulo e de diversas entidades da sociedade civil organizada, a ação “Cidade Solidária” ajuda pessoas em situação de extrema vulnerabilidade decorrente da pandemia do coronavírus. O Sinditêxtil-SP apoia a campanha de voluntariado que consiste na arrecadação de cestas básicas ou dinheiro que viabilizará a aquisição dos alimentos.

Empresas ou pessoas físicas podem participar com a doação das cestas básicas ou dos alimentos não perecíveis que entram na composição das cestas. Confira os itens. Cada uma delas também contém quatro de máscaras de proteção contra a Covid-19. Existe a possibilidade de doar somente máscaras, caso não seja possível contribuir com as cestas.

Os locais disponíveis para doação são pontos da Secretaria Municipal de Direitos Humanos espalhados pela cidade ou no galpão da Cruz Vermelha Brasileira São Paulo, que é uma das entidades parceiras nesta ação humanitária (Av. Moreira Guimarães, 699, Indianópolis, zona sul). Veja a relação completa dos postos de arrecadação.

Para contribuir com a transparência e controle nas doações, a organização da ação solicita que seja enviada uma mensagem para o e-mail doacoes@prefeitura.sp.gov.br informando o que foi doado e onde foi entregue. O contato também pode ser feito por telefone: (11) 2833-4170/4166/4165.

As doações em dinheiro devem ser feitas por transferência bancária para um fundo que viabilizará a aquisição de cestas:
PMSP/SMDU-Cidade Solidária CNPJ: 46.395.000/0001-39
Banco do Brasil
Agência 1897-X
C/C 2020-6 

O Programa também está realizando o cadastramento das entidades sociais que desejam indicar pontos para distribuição das cestas.

O Cidade Solidária, de maio de 2020 até o dia 15 de março, já distribuiu 2,4 milhões de cestas básicas e mais de 1 milhão de kits de higiene aos paulistanos.

Refeições – A Prefeitura também tem distribuído marmitas à população de rua. O programa “Cozinha Cidadã” entregou, desde março de 2020, 222 mil litros de água e mais de 2,3 milhões de marmitas que são produzidas por mais de 100 restaurantes credenciados e que recebem R$ por unidade.

Vacina contra a Fome - Os postos de vacinação contra a covid-19 em São Paulo passaram a receber doação de alimentos. A campanha “Vacina contra a Fome” foi lançada, no dia 31 de março, pelo governo do Estado com o objetivo de beneficiar famílias carentes e com déficit nutricional durante o enfrentamento da pandemia do coronavírus.

Na ação, as pessoas que forem tomar a vacina podem doar alimentos não perecíveis, como arroz, feijão ou leite em pó. As doações vão ser repassadas pelas prefeituras para as famílias afetadas pela crise.

Até o momento, 395 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo já aderiram à campanha, mas a meta do Governo do Estado é obter a adesão de todos os 645 municípios.As prefeituras podem aderir à campanha no site.Além do termo de adesão, a página oferece kits de divulgação para download e uso livre pelas administrações municipais para estimular a adesão popular às doações.


TAGS: cesta básica, prefeitura de são paulo, cidade solidária, doações