Matérias

Covid-19: Santista apresenta tecidos com proteção contra o coronavírus

23/07/2020

A Santista, uma das maiores fabricantes brasileiras de tecido, acaba de lançar uma nova linha  com proteção antiviral, inclusive contra o Sars-CoV-2, responsável pela COVID-19, para roupas comuns e uniformes em segmentos como o de hospitais, frigoríficos e indústria em geral. “Apresentamos a linha de tecido Bio Protect que é eficaz também contra contra o coronavírus  e desenvolvida em parceria com a empresa Nanox”, anunciou a gerente de Comunicação e Moda da Santista, Sueli Pereira. 

A novidade, que é 100% brasileira, foi testada pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, referência internacional em pesquisa. Nas análises realizadas, o novo produto da Santista se mostrou eficiente para inativar o coronavírus em até três minutos, com 99,8% de eficiência. “A tecnologia é composta por nanopartículas especiais de prata e inativa vírus, fungos e bactérias. Também inibe os odores da transpiração”, detalha Guilherme Tremiliosi, Head de Desenvolvimento Têxtil da Nanox.

Camisa com o tecido Bio Protect - Crédito da foto: divulgação/Santista

Na linha workwear da Santista, o acabamento está disponível em grande parte da coleção. Nas linhas flex e jeanswear, o Bio Protect poderá ser encontrado em breve. Ele também pode ser utilizado na produção de máscaras de uso não profissional, auxiliando no combate à propagação do novo coronavírus. Além disso, ganhou uma versão combinada à função Repeller (repele líquidos e fluídos corporais, como espirros, sangue, suor e outras secreções) que ajuda a manter o tecido limpo e seguro por mais tempo. Testes iniciais mostram que o produto permanece ativo e eficiente em até 30 lavagens.

Pioneirismo – A Santista já atua com acabamentos especiais há bastante tempo e foi pioneira em acabamento antimicrobial no Brasil. Com o tempo, aprimorou as tecnologias de proteção e chegou a itens antiodor e repelentes. “A busca por soluções de proteção faz parte do nosso target de desenvolvimento de produto”, enfatiza Inácio Silva, gerente de Marketing da Santista. “Logo no início da pandemia do novo coronavírus, nós vimos uma possibilidade de contribuir para trazer alguma proteção. Juntamente com a Nanox, trabalhamos intensamente no desenvolvimento dessa solução”, acrescenta.

A Santista destaca que a nova linha é mais uma aliada na luta contra vírus e patógenos infecciosos, mas não exime o usuário ou as empresas da aplicação de medidas protetivas complementares, como as ações de distanciamento social, higienização regular das mãos, uso de máscaras e demais medidas estabelecidas pelas autoridades de saúde para garantir a proteção dos cidadãos e a redução dos riscos de contaminação. “Estamos empolgados em disponibilizar essa tecnologia que pode ser um cuidado complementar às outras medidas recomendadas”, reforça Inácio Silva.

Máscara desenvolvida com o acabamento antiviral da Santista