Matérias

Sinditêxtil-SP apoia Congresso Nacional de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda

18/09/2019

A Associação Brasileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda (ABTT) realizou a 28ª edição do Congresso Nacional de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda (CNTT), entre os dias 9 e 12 de setembro, na Fatec Americana (SP). O evento, que contou com o apoio institucional do Sinditêxtil-SP, reuniu cerca de duas mil pessoas.

A sessão solene de abertura aconteceu no Senai Americana e contou com a presença de personalidades do setor têxtil, de confecção e moda. Entre eles, o representante da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Daniel Barros que apresentou o Programa “Minha Chance” desenvolvido para oferecer cursos de qualificação profissional conforme as demandas das empresas e do mercado de trabalho. 

Solenidade de abertura no Senai de Americana

Na programação do dia 10, palestras com temas diversos: Tratamento Corona: nova aplicação para a indústria têxtil no beneficiamento de palha de seda (Fatec Americana); Desvendando a Indústria 4.0 no mundo têxtil (Senai Francisco Matarazzo); Fibras sintéticas poliméricas de alto desempenho (MBB Enterprises); Tecendo com tecnologia impulsionada pela inovação (iTema); Inovações para tecelagem plana (Staubli); Como elevar o nível da qualidade e produtividade no processo de cardagem na fiação (Graf); Máquinas e processos inovadores para a indústria de malharia - Sem costura e artigos de malha para calçados (Carmelo); Inovações tecnológicas para máquinas de tecer a jato de ar – Tecelagem (Toyota); Novas tecnologias para impressão têxtil rotativo (SPGPrints); Leve sua fiação para o próximo nível (Rieter); Matéria-prima x padronização no processo da confecção (Delta Equipamentos) e A cadeia têxtil brasileira após a década de 90: análise de competitividade (Fatec Americana).

A programação contou com 27 palestras

Já no dia 11, aconteceu o Fórum de Moda, Tecnologia Sustentabilidade, que levantou temas como ética, responsabilidade, impactos ambientais, consumo consciente e as urgências do universo da moda, com Alexandra Farah, Bruna La Serra, Luciana Ramos de Souza, Maria Zenaide Carvalho e Marina Torrezan. As atividades foram completadas com outras palestras: Aplicando o "MES" na indústria têxtil - Indústria 4.0 (OKEA); Processos sustentáveis na indústria têxtil (Golden Technology); Novas tecnologias de tingimento por espuma (Gaston Systems | TOTAL Ecomáquinas); Indústria têxtil, biotecnologia e inovação (Akmey); Ricowash MA-Smart Wash de corantes (Grupo Doptex | Fratelli Ricci Química Brasil); Solução definitiva para eliminar pilosidade no tecido plano, malha e não tecidos – Osthoff-Senge (Rivitex); Inovações tecnológicas em máquinas de fiação (Toyota); Análise de banhos para otimização de processos de tingimento (Mathis Suíça); Novas tecnologias de tingimento contínuo de fitas para Indústria 4.0 (Mathis Brasil); Inovações na preparação da fiação – ITMA 2019 (Trützschler); Muratec Vortex - um novo tipo de fio - QPRO - maximize seus benefícios (Muratec) e a Conferência Processos e mecanismos da moda mundial. Por fim, o novo Calendário B da moda brasileira – Verão 2021 – influências, cores, tecidos, estampas e forma (Arena Bureaux).

O último dia do evento ficou por conta das palestras: Tingimento Ecodyeing - Processo sustentável, economia de água, tempo e energia (Werken); Tratamento de superfície em materiais têxteis utilizando plasma (Fatec Americana); Entendendo as certificações Oeko-Tex®: requisitos e procedimentos para a certificação (Citeve) e Logística 4.0 aplicada em toda indústria têxtil (Store Automação).

O CNTT contou ainda com o espaço do expositor, em que grandes marcas expuseram seus produtos ao público presente e tiveram a oportunidade de gerar novos negócios.

“Além de prestigiar o nosso município, o Congresso prestigiou também profissionais da nossa região, que ministraram palestras aos congressistas vindos de todo o país que tiveram a possibilidade de conhecer ainda melhor tudo o que a nossa região pode oferecer ao mercado brasileiro e internacional.”, destacou a Presidente do Congresso, Maria Adelina Pereira.

Da esq.: Rafael Ferreira Alves, Rafael Cervone Netto, Nelson Pereira Jr, Maria Adelina Pereira, Antonio Greco e Marcelo Virgílio

“O 28º CNTT nos trouxe de volta a motivação do porquê fazemos tudo isso. Enquanto voluntários na Diretoria da ABTT, dedicamos nosso tempo e conhecimento em prol do setor têxtil, de confecção e moda, porque acreditamos no potencial da indústria brasileira, e esta edição do Congresso comprovou que temos muita qualidade para oferecer e competir com qualquer outra indústria mundial” comemorou o Presidente da ABTT, Nelson Pereira Junior.


TAGS: cntt, abtt, congresso, americana