Matérias

Sinditêxtil-SP envia mensagens à ALESP pelo enfrentamento à COVID-19

11/05/2020

O Sinditêxtil-SP, de forma conjunta e alinhada com a Abit, tem atuado diretamente em diversas frentes em ações de combate à pandemia do novo coronavírus.

Dentre elas, na última semana, o presidente do Sinditêxtil-SP, Luiz Arthur Pacheco, enviou mensagem parabenizando o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), deputado estadual Cauê Macris (PSDB) pela iniciativa e condução dos trabalhos que aprovou a redução de custos da atividade legislativa, com vistas ao enfrentamento das consequências da COVID-19. “Estamos enfrentando tempos muito difíceis do ponto de vista da saúde das pessoas, dos trabalhadores e das empresas paulistas. Há registros de empresas utilizados apenas 10% de sua capacidade produtiva, ou menos. Mesmo assim, buscamos preservar empregos acima de tudo. Nesse sentido, entendemos de alta relevância o efeito da expressiva economia relativa ao Orçamento do Legislativo paulista de 2020, reduzindo em até 30% os salários e benefícios dos cargos comissionados, bem como no corte de 40% das verbas de gabinete dos deputados”, salientou Pacheco.

Já em carta envidada à Coordenadora da Frente Parlamentar pelo Desenvolvimento do Setor Têxtil e de Confecção do Estado de São Paulo, deputada estadual Carla Morando (PSDB), o líder do Sinditêxtil-SP solicita o empenho da parlamentar e de seus pares em impedir o avanço e aprovação do PL 250/20 que, dentre outros aspectos, aumenta a carga tributária da população paulista. “Ainda que tenha como pano de fundo a justificativa de reduzir desigualdades sociais, o projeto apenas terá, como efeito, ampliar ainda mais a já elevada carga tributária que pesa sobre os brasileiros, mais especificamente sobre os paulistas. Também não podemos deixar de considerar as perdas no atual devastado cenário econômico e social causado pela pandemia do novo coronavírus”, pontua ele.

Acompanhe no site as ações do Sinditêxtil-SP no combate à pandemia.


TAGS: sinditêxtil-sp, parlamentares, coronavírus