Matérias

Sinditêxtil-SP trata de interesses do setor na Secretaria da Fazenda de SP

30/07/2019

O presidente do Sinditêxtil-SP, Luiz Arthur Pacheco, esteve novamente com o Coordenadoria de Administração Tributária (CAT) da Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo (SEFAZ), no dia 26 de julho. O primeiro encontro foi realizado em fevereiro. Desta vez, a reunião foi com Hélio Kubata e Osvaldo de Carvalho, ambos da equipe do coordenador Gustavo Ley.

A extensa pauta da audiência tratou de diversas demandas de empresas têxteis paulistas e sobre o aperfeiçoamento do Decreto 62.560/2017 que zerou a carga tributária para o setor. “Aproveitamos a ocasião para discutir ações de isonomia visando mitigar efeitos deletérios de produtos importados que competem em condições desiguais com os têxteis fabricados no Estado”, enfatizou Pacheco.

Da esq.: Hélio Kubata e Oswaldo Carvalho (SEFAZ), Luiz Arthur Pacheco e Haroldo Silva, do Sinditêxtil-SP

O presidente do Sinditêxtil-SP também apresentou resultados que demonstram que a indústria têxtil paulista continua não perdendo arrecadação mesmo durante o momento recessivo dos últimos anos e, principalmente do primeiro semestre de 2019, que não acusou crescimento. “Isso demonstra que o setor segue atuando, trabalhando, arrecadando e que tem muito potencial para gerar empregos e aumentar a receita, além de melhorar sua posição de competitividade perante a cadeia nacional”, complementa.

O diretor de Relações Institucionais do Sinditêxtil –SP, Haroldo Silva, também participou das discussões na SEFAZ.


TAGS: sefaz, luiz arthur pacheco, indústria, têxtil, paulista, CAT, são paulo, Gustavo Ley, ICMS